O Metabolismo da Pele

Tendo estudado a biologia da pele em profundidade, percebemos que a chave para desvendar a juventude que procuramos, passa por accionar as funções do seu metabolismo. Durante o processo de envelhecimento, a taxa de metabolismo da nossa pele, assim como os seus elementos qualitativos e quantitativos, diminui. A cada ano as nossas funções biológicas regridem.

As taxas metabólicas da pele medem a capacidade das nossas células comunicarem umas com as outras e funcionarem. Quando funcionam com eficácia, as células da nossa pele regereram-se, os danos UV são imediatamente reparados e é produzido colagénio nas quantidades necessárias.

Entretanto com a idade e exposição a riscos ambientais constantes, (tais como poluição, fumo e sol), os nossos sistemas metabólicos começam a ter um desempenho abaixo da média, o que resulta numa comunicação celular mais lenta que provoca alterações de pele bem conhecidas, como perda de brilho e desidratação, manchas escuras e o aparecimento de rugas.

Receba as nossas novidades por e-mail